Tigres [de Bengala]

…assobiando uma canção!

…assobiando uma canção!

Postado em 12/08/16 | 0 comentário

“O vento sobe uma colina assobiando uma canção. Ele atravessa uma avenida, depois da antiga estação. O vento desce uma ladeira, abraça o velho casarão, depois visita uma favela e alegra um triste coração.” O vento | Gladir Cabral

Veja Mais

o quiosque

Postado em 12/08/16 | 0 comentário

ver o sol nascer com seus raios se exprimindo entre a mata o quiosque de tuas borboletas que voam e dançam como ninguém que cheiro é esse que só tuas flores tem? tucanos, periquitos, tatus, bem-te-vis… é divino o que anda e mora por ai. é tanta riqueza nesse cantinho és formigueiro, és sombra, és sítio, és ninho. um aconchego, uma casinha com varanda, janelões, jardins e um flamboyant...

Veja Mais

ficha técnica

Postado em 12/08/16 | 0 comentário

tigres [de bengala] beto ribeiro: voz/percussão dim dutra: voz fil fortes: voz/violão aço/cavaquinho/escaleta/kazoo joão paulo: percussão josimar bianchi: violão nylon/ukulelê/”trompete” de boca romero fonseca: voz/violão aço/gaita/flauta   “tigrinhos” [convidados] indio mesquita: baixolão luís felipe: violão 12 cordas otávio guerra: viola de arco captação de áudio: audio house (romes...

Veja Mais

despretensiosamente

Postado em 12/08/16 | 0 comentário

Assim como se assobia uma canção, de forma livre e despretensiosamente, nasceu este projeto. Imagine um grupo de velhos amigos “velhos” cantando canções que o tempo só melhorou, como os bons vinhos, de uma safra muito especial. safra dos anos 1970 e 1980 que construiu a cultura brasileira da música cristã, através de belas melodias “brazucas”, letras poéticas bem alicerçadas na palavra de Deus,...

Veja Mais

Pin It on Pinterest